Tags

Voltar

O momento e o modo de estudar devem ser definidos pelo próprio estudante, mas algumas dicas podem ser essenciais para o sucesso na hora de estudar em casa.
Sabemos que é extremamente subjetivo o método a ser definido pelo estudante na hora de aprender os conteúdos pertinentes. Há alguns que preferem a ajuda dos professores e colegas para aprofundar-se em determinados assuntos, todavia há, também, quem prefira o estudo individual. Não existe forma certa ou errada, o importante é estudar sempre e com disciplina.
A fim de definir uma técnica de aprendizado, o estudante pode, em primeiro lugar, levar em consideração o seu comportamento e o grau de dificuldade de assimilação quando está em grupo e quando está sozinho. Concentração, motivação e rendimento devem ser avaliados e comparados nas duas situações.


Veja, agora, algumas dicas para estudar em casa que a UniREDENTOR preparou para facilitar os seus estudos. Vamos lá!
 
 
Primeira dica. 
Ter cuidado com a dispersão, pois ela pode ser a principal inimiga de quem prefere estudar em casa. Por isso, concentração na matéria e foco.
 
Segunda dica. 
Desligar celulares e aparelhos eletrônicos. Sabemos que é um grande desafio, mas é uma boa pedida para quem deseja concentrar-se nos estudos.
 
Terceira dica. 
A música não é proibida, mas a dica é de que seja em uma língua que o estudante não entenda, assim não haverá a tentação de desviar a atenção para a letra.
 
Quarta dica. 
Revisar os conteúdos teóricos por meio de anotações em cadernos ou dos textos em livros e apostilas, mas é necessária também a realização de atividades de fixação para amadurecer o processo de aprendizado.
 
Quinta dica. 
Colocar como prioridade as atividades das disciplinas consideradas mais difíceis.
 
Sexta dica. 
Fazer um cronograma considerando qual é o período do dia em que seus estudos rendem melhor e, assim, organizar o programa de estudos de forma a privilegiar esses horários.
 
Usando essas dicas, você, estudante universitário, não terá dificuldades em organizar os seus estudos, tanto em casa quanto no retorno pós-isolamento social. Agora, vamos aos estudos!